A Jornada do Concurseiro de Sucesso - Parte Um


jornada do concurseiro

“A verdadeira preparação para uma prova de concurso público começa muito antes de você se sentar e começar a estudar”. Depois de ser classificado em 12 concursos públicos, ser nomeado em quatro e aguardar nomeação em três deles e de saber que mais de 85% dos servidores 

públicos irão se aposentar até o ano de 2015, senti que estava autorizado a escrever esse artigo.

O termo “Concurseiro” não é encontrado nos dicionários da língua portuguesa, entretanto, utilizei-o por ser o mais usado e conhecido do grande publico.

A corrida para conseguir uma vaga no serviço público é longa e, cada dia mais disputada. No Brasil somos mais de dez milhões querendo uma vaga. Tenha em mente que “não se faz concurso público para passar, mas sim até passar”, como disse Willian Douglas. E esse “até” é que faz toda a diferença, porque isso lhe tira a frustração caso não consiga se classificar ou passar em um determinado concurso. É perfeitamente normal ficar frustrado, afinal você se empenhou muito para atingir seu objetivo, estudou horas a fio, se dedicou de corpo e alma.

Essa frustração diminui seu “pique”, a motivação e a esperança. Mas se colocar na cabeça que vai fazer concursos públicos “até” passar, esse “até” cria uma força interior rumo ao objetivo pretendido, e então, você pensa: tudo bem, ainda não foi desta vez, não consegui passar, mas pelo menos aprendi um pouco mais para o próximo concurso. E tem de estar preparado mesmo; a verdade dói e é uma só: nem todos vão conseguir uma vaga no concurso, somente os mais esforçados, persistentes e preparados conseguirão, e é claro que você pode ser um deles. Então, se realmente deseja passar nos próximos concursos, a hora é agora! Comece a estudar antes mesmo que surjam boatos sobre os editais. Estude com base nos editais anteriores.

Se preparar para concursos é uma jornada. Acordar cedo, se dedicar a uma média de seis horas por dia aos estudos, desistir do final de semana com a namorada ou com os amigos. E se ainda trabalha fica mais difícil e se não puder fazer um cursinho preparatório nem se fala. Tem que se pagar algum preço, “mas tudo vale a pena, se a alma não é pequena”. Porém, quanto maior o preço a se pagar maiores serão as recompensas advindas desse sacrifício. Só o tempo e a dedicação irá lhe mostrar.

Isso tudo para não falar das interrupções, o telefone toca e ninguém está próximo para atender a não ser você que esta estudando, e lá vai você atender, quebrando sua concentração, se for um telefonema de cobrança ai sua concentração foi para o espaço, muito longe, não? A diarista lhe interrompe pedindo para limpar seu quarto e você educadamente consente, e então, ela liga o aspirador de pó, adeus estudo; sua mãe, pai, esposa ou esposo vem lhe fazer um questionário sobre determinado assunto.

Quando você decide por alguma coisa, no caso, estudar para um determinado concurso, parece que o mundo conspira sua iniciativa, são inúmeras interrupções. É como se gente fosse um imã de interrupções e sua linha de raciocínio vai para o espaço, parece longe demais, então vamos dizer que o seu raciocínio e concentração foram para marte.

Alguns tipos de interrupções que podem se tornar grandes obstáculos para seu estudo: Telefone, filhos, sono, cansaço, falta de concentração, disciplina, organização, tempo, preguiça, falta de autoestima, problemas na família, com a saúde, falta de motivação, de dinheiro, de memória, não gostar da matéria, medo ou receio de não passar, ansiedade, nervosismo, preocupação com o nível da prova, com o número de candidatos, etc.

Por isso não pense que sua jornada será fácil. Não será, pode apostar! Você teria chegado até aqui não fossem os obstáculos? Mas vale lembrar uma frase do escritor Francês Molière: “Quanto maior o obstáculo, maior a glória ao superá-lo”. Então, se faz necessário um sistema para aprender a enfrentar esses obstáculos. É hora de fazer um planejamento estratégico, pegue uma folha de papel e comece escrevendo sobre os passos que terá de dar para atingir seu objetivo.

Para refletir: “Nossa fé ao iniciarmos um empreendimento duvidoso é a única coisa que assegura o bom êxito dele”.   Willian James. 

Defina seu objetivo com clareza. Como diria o mineiro “On cô tô? Pron cô vô?” – Onde eu estou e para onde eu vou?

Estabeleça objetivos claros e específicos escrevendo-os no papel. Concentre-se naquilo que QUER e não naquilo que NÃO quer! Se o que deseja é passar num determinado cargo público, limite-se a especificar e descrever o cargo: qual cargo? Qual o Salário? Que órgãos públicos comportam esse cargo? Quais as funções que irá exercer nesse cargo? Ele será regido pela lei 8.112/93 ou será pela CLT? Quais benefícios e incentivos terá quando estiver nesse cargo? Descreva o cargo e suas funções, detalhando o mais especificamente possível. Crie interesse, você deve gostar de fazer isso.

Para refletir: “Aquele que não sabe o que procura, não vê o que encontra.” Domínio popular.

Sonhe, mas sonhe muito. Visualize-se conquistando sua meta: “passar no concurso”. Como vai ser? Onde você estará quando atingir seu objetivo? Você saberá do resultado pela internet? Pelo Diário Oficial da União ou do Estado? Receberá um telegrama em sua casa dizendo que foi nomeado convocando-o para apresentar a documentação necessária para a posse? Crie em sua mente um dia ideal com todos os detalhes possíveis, onde você receberá a notícia que “passou”.  Sente-se ou deite-se confortavelmente, feche os olhos e comece a imaginar o dia em que tiver atingido o seu objetivo.  Dentro dessa experiência imaginária de sucesso, como é seu comportamento?  Como se comunica com os outros?  O que fala?  Como os outros olham para você?  Enquanto estas cenas passam pela sua mente, o que vê, ouve e sente?  As imagens devem ser coloridas, nítidas e brilhantes.  Compare esta experiência mental com a situação que vive no momento. 

Lembre-se: imagine como se já tivesse realizado o seu objetivo. Leve o tempo que julgar necessário. O horário ideal para fazer isso é antes de dormir, quando pode também criar mentalmente os acontecimentos do dia seguinte – às próximas vinte e quatro horas. Qual o evento deseja que ocorra no próximo dia – amanhã? 

Obs.: Pratique isso todas as noites, e estará imprimindo no seu subconsciente um programa de cumprimento de metas. E nesse caso quanto mais repetições, melhor será! A Lei da atração é o grande segredo, você atrai para si tudo o que deseja, seja bom ou ruim.

Complemente a leitura da 2ª parte desse Artigo:

A Jornada do Concurseiro de Sucesso Parte Dois

O que você pensa sobre o tema? Deixe um comentário logo abaixo ou sugira um artigo, precisamos de ambos para continuar melhorando o blog.

Esperamos sua visita em breve. Obrigado pela Companhia e, compartilhe com os seus Amigos!

Junte-se aos Nossos Leitores e Receba nossas atualizações!

Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!

2 comentários:

  1. Tive uma derrota em um concurso recente, estudei, fiz curso preparatório com muito afinco.Mas como diz q concurso tem q tentar até passar e depois de ter lido este texto, compreendi q se quiser passar tem q levar o estudo a sério sem parar e acreditar sempre!

    Bruno Carlos, Bahia

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo Bruno. Tem que se dedicar bastante aos estudos. Faça um concurso público já pensando no próximo. Porque depois de passar leva algum tempo para ser convocado. Eu sou funcionário público e continuo fazendo concursos.

    Forte abraço e sucesso!

    ResponderExcluir