Desafios e Oportunidades da Globalização



A globalização não é um fato recente, mas sim resultado de um processo que se iniciou no século XV quando os navegadores portugueses deram a conhecer novas terras, descobrimentos, ao mundo, que  esta estava em curso. Entretanto, foi nos anos 80 que a palavra 

globalização se tornou uma palavra-chave importante e, a partir daí o mundo ficou “pequeno” em termos geográficos, porque alguns fatores contribuíram para esse processo: o acesso à informação, as inovações tecnológicas, em especial a internet e telefonia e, o incremento no fluxo comercial mundial.

A globalização é um fenômeno social que ocorre em escala global. Esse processo tem como objetivo a integração econômica, social, cultural e política entre todos os países. Segundo o dicionário Houaiss, globalização é uma “espécie de mercado financeiro mundial criado a partir da união dos mercados de diferentes países” e da quebra das fronteiras entre esses mercados, permitindo maior liberdade do comércio e da circulação de bens, capitais e pessoas entre países e os cinco continentes, eliminação de restrições comerciais e a redução de custos das comunicações e transportes. Entretanto, fazendo uma retrospectiva, essa integração está mais longe hoje do que estava quando se cunhou o nome globalização.

O processo de globalização surgiu para atender uma necessidade capitalista dos países mais ricos com objetivo de buscar novos mercados, porque o consumo interno desses encontrava-se e ainda se encontram saturados. É por isso que os gigantes da economia cresceram os olhos sobre o Brasil – o gigante deitado em “berço esplêndido” mercado consumir em potencial.

O lado negativo dessa história foi permitir que o mercado interno fosse invadido por produtos oriundos de vários países, em especial da China, provocando a desestabilidade da indústria nacional e o consequente aumento do desemprego. Permitiu, também, que fossem implantadas mais ONGs dentro da floresta amazônica do que na região nordeste, com índice populacional muito superior e ainda mais carente em relação à região norte. Qual o objetivo de tais ONGs estarem dentro da maior floresta do planeta? Enquanto isso o número de registros de patentes estrangeiras sobre a flora brasileira cresce. Assim, o Brasil perde o direito sobre os princípios ativos extraídos dessas plantas. Como validar o princípio da soberania nacional?

Quer gostemos ou não, a globalização afeta a vida de todas as pessoas e países à escala planetária e implica a transformação, não só dos sistemas mundiais, mas também da nossa vida quotidiana afetando a forma como nos vemos a nós próprios e a forma como nos relacionamos uns com os outros.

A riqueza e o consumo concentram-se nos países desenvolvidos, enquanto países em desenvolvimento (emergentes) debatem-se com a pobreza, a fome, as doenças, a violência, para não falar do resto do mundo.

Diante do processo de globalização as desigualdades entre países se acentua e, também, entre indivíduos de uma mesma sociedade. Todavia, nesse sistema, os desafios se equivalem às oportunidades.

Para encontrarmos as oportunidades teremos que prever o que poderá acontecer amanhã, no próximo mês ou ano no cenário mundial em termos econômicos, políticos e cultural.

A mudança é a única constante do universo. Nesse sentido, a globalização é propulsora de mudanças e, pelo “andar da carruagem” teremos que nos preparar para profundas mudanças mundiais como novas formas de organização, tipo de representatividade política e organização social. Tudo isso com o objetivo de manter a paz entre os povos, o desenvolvimento sustentado e a harmonia entre cidadãos sem distinção de qualquer espécie.

O que você pensa sobre o tema? Deixe um comentário logo abaixo ou sugira um artigo, precisamos de ambos para continuar melhorando o blog.

Esperamos sua visita em breve. Obrigado pela Companhia e, compartilhe com os seus Amigos!

Junte-se aos Nossos Leitores e Receba nossas atualizações!

Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário