Preparando os Artigos para o Seu Blog


preparando artigos para blog

O ano novo está chegando e, agora, é o momento de você rever o que deu certo e o que não funcionou com seu blog neste ano. É sempre preferível fazer isso próximo ao final de cada ano, mas se não teve tempo arrume-o agora e, conserte ou otimize o que ficou faltando. Planejar a curto 

prazo para o ano vindouro e para os próximos três anos o ajudará a atrair mais visitantes.

Alguns erros comuns entre blogueiros é o de não corrigir seus artigos – posts – publicando-os imediatamente, por causa da velocidade com que a internet é bombardeada diariamente com novas informações. É tentador querer ser o primeiro a publicar um artigo sobre determinado assunto que acaba por se negligenciar a pesquisa, a ortografia e a gramática. O que deixa o texto cheio de buracos ou saliências desnecessários, comprometendo a compreensão daquele que lê. Assim, não deixe de observar estes três quesitos.

Muitos na falta do que dizer e como dizer copiam artigos espalhados pela net, e na íntegra, com todos os erros possíveis, nem perdem tempo para uma releitura ou mesmo para opinar sobre o que estão lendo, o que contribuiria para edição de um novo artigo, de autoria própria e não a propagação do plágio.

Para um artigo ser “bom” – uma palavra de caráter subjetivo – porque para um leitor ele pode ser bom para outro não. Ele precisa cumprir alguns requisitos de caráter “objetivo”. Ele precisa ser claro ao ponto de uma criança de dez anos poder ler e entendê-lo. O tema precisa despertar no leitor alguma curiosidade ou no mínimo informá-lo sobre algo novo, mesmo que seja sua opinião sobre o tema abordado. Só desse modo você vai produzir artigos “bons”, de qualidade e, esporadicamente, talvez até inovadores.

Cuide dos seus artigos com cuidado, sempre salve uma cópia deles no formato html em um bloco de notas no seu computador, eles podem ser necessários quando tiver qualquer problema técnico ou mesmo quando decidir mudar de plataforma. Mas não só eles, seu html, seu Css, JavaScript, seus gadgets e suas imagens já otimizadas. Todo cuidado é pouco, salve uma cópia também em um Pen drive ou CD. Você passou muito trabalho produzindo seus textos e não desejará ver todo esse trabalho ir para o ralo por problemas causados por terceiros.

Vincule todos os seus artigos uns com os outros, é um modo de oferecer aos seus visitantes mais informações sobre aquele tema ou mesmo temas diversos que o complementam.

Uma das coisas que todo comentarista gosta é que seu comentário seja comentando. Parece uma frase redundante, mas não é. Nunca deixe de responder aos comentários registrados em seu blog. Todos nós seres humanos gostamos de ser valorizados por aquilo que falamos ou escrevemos, pois em última instância estamos expressando a nós mesmos, o nosso eu interior. O mesmo vale para os e-mails que chagam ao autor do blog.

Não se preocupe em ter que produzir um artigo por dia, nem mesmo um a cada três dias. O mínimo necessário é que você produza um artigo por semana, o que dá 4 por mês e 48 por ano. Uma boa média, pode acreditar! Porém, é claro que quanto mais artigos circulando na rede mais fácil o internauta chegar ao seu blog. Mas é preferível manter certa regularidade de artigos publicados enquanto o tempo faz o seu papel. É sabido que os mecanismos de buscas valorizam os blogs mais antigos do que os novos, porque os primeiros têm alguma história para contar – uma presença na net – independente da qualidade dos artigos.

Como tudo é muito rápido na net, recomendo que escreva artigos atemporais. Explico! Se você escreve sobre a tecnologia de um celular XYZ em dois meses, ou menos, para ser otimista, ele já é assunto velho, passado. Se escrever sobre amor, violência, corrupção, por exemplo, trabalhará com temas que estão e sempre estiveram na companhia do homem desde sua existência.

Todo blogueiro que escreve pode se considerar um escritor, no sentido restrito da palavra, mas se quiser chegar a ser um escritor de verdade, em sentido amplo, seu texto tem que mover e atrair pessoas ao seu blog, ter um público que apoia suas ideias. Isso vale para aqueles que não concordam com seu ponto de vista e lhe oferecem outra perspectiva sobre o tema, mas continuam visitando seu blog a procura de outros artigos que os façam refletir um pouco mais sobre a vida, sobre a existência. Cria-se uma relação de amor e ódio num contexto educativo. A interação entre pontos de vista divergentes acaba sendo frutífera.

Compreenda que seus artigos podem ser da melhor qualidade e relevantes para o visitante do seu blog, mas não o serão para todos, apenas para uma minoria, porque existirão aqueles que só gostam de futebol, por exemplo, e só querem ouvir, ler e falar sobre coisas de futebol, ponto. Seu foco é conquistar essa minoria seleta para alavancar seu blog.

Adianto que escrever é uma das coisas mais difícil de se fazer – acredito ser o mais difícil – é um esforço criativo que lhe consome. Quando você está escrevendo todo seu corpo e mente estão comprometidos, não dá para realizar simultaneamente outra atividade, perde-se a concentração e o texto vai embora, para bem longe! Entretanto, após produzir um texto de 2 a 3 laudas, corrigi-lo e revisá-lo umas 5 ou mais vezes, e você acredita que deu o melhor de si, então, o resultado dos mais gratificantes.

Portando deixo aqui registrado meu conselho, trate com carinho aquilo que escreve, seus posts, porque eles o acompanharão aonde você for.

O que você pensa sobre o tema? Deixe um comentário logo abaixo ou sugira um artigo, precisamos de ambos para continuar melhorando o blog.

Esperamos sua visita em breve. Obrigado pela Companhia e, compartilhe com os seus Amigos!

Junte-se aos Nossos Leitores e Receba nossas atualizações!

Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário